terça-feira, 6 de maio de 2014

Martírio de Estevão, martírio de Fabiane

Mas eles, dando grandes gritos e, tapando os ouvidos, avançaram todos juntos contra Estêvão; arrastaram-no para fora da cidade e começaram a apedrejá-lo. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem, chamado Saulo. Enquanto o apedrejavam, Estêvão clamou dizendo: “Senhor Jesus, acolhe o meu espírito”. Dobrando os joelhos, gritou com voz forte: “Senhor, não os condenes por este pecado”. E, ao dizer isto, morreu. (At 7,57-60)

Estamos no Tempo Pascal. Nos últimos dias acompanhamos a narrativa do martírio de Santo Estevão. 

Estêvão foi um dos sete primeiros diáconos da igreja nascente, logo após a morte e Ressurreição de Jesus, pregando os ensinamentos de Cristo e convertendo tanto judeus como gentios. Estevão pertencia a um grupo de cristãos que pregavam uma mensagem mais radical, um grupo que ficou conhecido como os helenistas, já que os seus membros tinham nomes gregos e eram educados na cultura grega e que separou do grupo dos judeus cristãos apóstolos. Também eram conhecidos como o "grupo dos sete", isto é, diáconos. Foi detido pelas autoridades judaicas, levado diante do Sinédrio (a supremo Conselho de Jerusalém), onde foi condenado
por blasfêmia, sendo sentenciado a ser apedrejado (Atos 8). Entre os presentes na execução, estaria Saulo de Tarso, o futuro São Paulo, ainda durante os seus dias de perseguidor de cristãos. (Cf. Wikipedia)



Estamos no Tempo Pascal. Nos últimos dias acompanhamos o Martírio de Fabiane.

“Fabiane Maria de Jesus, esposa e mãe de dois filhos, sofria de problemas psiquiátricos (transtorno bipolar de humor) e passou por um problema de depressão pós-parto. Ela participou do grupo de jovens católico da Comunidade São João Batista e todos que a conheceram sabem que ela seria incapaz fazer mal a alguém. Voltava para buscar sua Bíblia (Ave Maria). Foi acusada injustamente de sequestrar e de praticar atos de magia negra contra crianças. Fabiane foi encurralada no último sábado em uma rua do bairro por uma turba com sangue nos olhos. Levada ao fundão de uma quebrada, segura pelos braços e pernas como um animal indo ao sacrifício, espancaram-na sob os olhares entre horrorizados e cúmplices de crianças, homens, mulheres e idosos. Vítima de um ato cruel e desumano de linchamento em via pública, o que levou à sua morte. O suplício de Fabiane incluiu socos no rosto, marretadas na cabeça, pontapés. Já inerte, o corpo foi jogado em uma vala fétida. (Cf. https://br.noticias.yahoo.com/blogs/laura- capriglione/exerc%C3%ADcio-monstruoso-%C3%B3dio-034242058.html)


Quanta semelhança... Eis minha homenagem a essa irmã:


Ao ouvir essas palavras, eles ficaram enfurecidos e rangeram os dentes contra Fabiane. Repleta do Espírito Santo, pois ela buscava sua Bíblia - Palavra de Deus. Fabiane viu nos olhos deles todo ódio e irracionalidade. Mas, olhando para o céu, viu a glória de Deus, e Jesus, de pé, à direita de Deus. Então pensou: «Estou vendo o céu aberto e Jesus Mestre, de pé à direita de Deus.» Então eles deram fortes gritos, taparam os ouvidos e avançaram todos juntos contra Fabiane. Arrastaram-na para fora da cidade e começaram a apedrejá-la, marretá-la e socaram-na .
As testemunhas nada fizeram para protegê-la. Atiravam paus e pedras em Fabiane, que repetia em seu coração esta invocação: «Senhor Jesus, recebe o meu espírito.» Depois dobrou os joelhos e gritou forte: «Senhor, não os condenes por este pecado.» E, ao dizer isso, adormeceu. (Cf At 7...)

Obs.:
Fabiane tem 33 anos... (Idade de Cristo)
Fabiane Maria de Jesus (Seu sobrenome é o nome do Mestre e de nossa Mãe)

Hoje meu mundo está muito mais triste. 
Pe. Demetrius dos Santos Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha educação...