sexta-feira, 11 de abril de 2014

Ir além...


Mas um samaritano, que estava viajando, chegou perto dele, viu, e teve compaixão. Aproximou-se dele e fez curativos, derramando óleo e vinho nas feridas. Depois colocou o homem em seu próprio animal, e o levou a uma pensão, onde cuidou dele. (Lc 10,33-34)

O Mestre foi convidado para um debate sobre Como melhorar o mundo? Ele foi e levou os seus discípulos. Havia lideranças de várias religiões. Cada uma expunha seu ponto de vista da questão. Mas num ponto elas eram unânimes. Diziam: cada um tem que fazer a sua parte para melhorar o mundo!!! 

Deram a palavra ao Mestre, e este surpreendeu a todos dizendo: 
- Não sejam medíocres!!! Cada um fazer a sua parte não melhorará o mundo... Este é o problema do mundo!!! Não basta cada um fazer a sua parte... O mundo irá de mal a pior...
Foi um alvoroço na assembléia. As lideranças religiosas ficaram perplexas com as palavras do Mestre. 
Estas perguntaram:
- Mestre, dizem que você era um homem de Paz. Como pode então dizer que não basta cada um fazer a sua parte?

Então o Mestre contou-lhe uma parábola:
“ Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. Trouxe com ele tinta e pincéis, e começou a pintar o barco de um vermelho brilhante, como fora contratado para fazer. Enquanto pintava, percebeu que a tinta estava passando pelo fundo do barco. Percebeu que havia um vazamento e decidiu consertá-lo. Quando terminou a pintura, recebeu seu dinheiro e se foi.

No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e presenteou-o com o seu tesouro. O pintor ficou surpreso:
- O senhor já me pagou pela pintura do barco - disse ele.
- Mas isto não é pelo trabalho de pintura. É por ter consertado o vazamento do barco, respondeu o proprietário.

Disse o pintor: 
- Foi um serviço tão pequeno que não quis cobrar. Certamente, não está me pagando uma quantia tão alta por algo tão insignificante?
-
 Meu caro amigo - respondeu o proprietário - você não compreendeu. Deixe-me contar-lhe o que aconteceu. Quando pedi a você que pintasse o barco, esqueci de mencionar o vazamento. Quando o barco secou, meus filhos o pegaram e saíram para uma pescaria. Eu não estava em casa naquele momento. Quando voltei e notei que haviam saído com o barco, fiquei desesperado, pois lembrei-me que o barco tinha um furo. Imagine meu alívio e alegria quando os vi retornando sãos e salvos. Então, examinei o barco e constatei que você o havia consertado! Você salvou a vida de meus filhos! Não tenho riqueza suficiente para pagar-lhe sua boa ação... Muito obrigado por você ter feito mais que a sua parte...” 

Todas as lideranças saíram em silêncio e de cabeça baixa... Os discípulos contemplavam o olhar sereno do Mestre. Agora eles sabiam que o Mestre é a Verdade...

Oração: Senhor Jesus Cristo, Mestre de mim, fazei que eu compreenda que meu papel neste mundo é o de ser vosso sinal em todos os momentos de minha vida. Dai-me força para vencer a tentação da duplicidade de meu ser e, a partir do possível, alcançar o impossível. Assim seja.

(História adaptada por Pe. Demetrius)

2 comentários:

  1. O mundo só quer fazer a parte de si próprio mais ir mais além do que aquela pequena parte é uma dificuldade para nós humanos pois só queremos fazer se for nos beneficiar também, é onde vivemos na peleja e as coisas demoram a acontecer isso quando acontece..

    ResponderExcluir
  2. Como é bom dar ouvidos ao espírito santo! Obrigada querido demétrius, mas uma msg q frutifica meu coração. Estou num momento q tenho buscado muito transformação interior para servir a jesus segundo sua vontade. Hj por meio de suas palavras descobri q ja tenho o suficiente para servir mais. Deus o abençoe. Bjos cacia ferreira

    ResponderExcluir

Tenha educação...