quinta-feira, 3 de abril de 2014

Como Falar...

Havia um discípulo muito sincero que dizia a verdade na cara das pessoas. Por causa disso as pessoas começaram a evitar contato com ele, pois passaram a considerá-lo um “chato de galochas”. Quem conversava com ele saía magoado e “bufando” de raiva. Quando esse discípulo perdeu todos os seus amigos se sentiu profundamente sozinho. Assim, ele procurou o Mestre para conversar e se aconselhar. O Mestre o recebeu com alegria. 

O discípulo disse: 
- Mestre, você sempre nos disse para falar a verdade acima de tudo. Faço isso com todas as minhas forças. Agora ninguém quer conversar comigo. Será que devo mentir para ser feliz?
- Meu filho – disse o Mestre – o problema não é o que você fala, mas o como você fala!!!

E contou-lhe uma história:
“ Certa vez um rei sonhou que havia perdido todos os dentes. Ele acordou assustado e mandou chamar um sábio para que interpretasse seu sonho.
- Que desgraça, ó Rei! - exclamou o sábio - Cada dente caído representa a perda de um parente de vossa majestade!
- Mas que insolente! - gritou o rei - Como se atreve a dizer tal coisa?!
O rei chamou os guardas e mandou que lhe dessem cem chicotadas.
Ordenou, em seguida, que chamassem um profeta para interpretar o mesmo sonho. 
E veio o jovem Daniel e disse ao rei:
- Majestade, uma grande felicidade está reservada para vós!!! O sonho indica que vós vivereis mais que todos os vossos parentes!
A fisionomia do rei iluminou-se e ele sorriu abertamente. E elogiou o jovem profeta diante de todos.
Quando Daniel saía do palácio, um sábio perguntou:
- Como é possível? A interpretação que você fez foi a mesma do seu colega, pois todos os parentes do rei morrerão! O sábio levou chicotadas e você foi elogiado pelo rei diante de todo o reino!!!”

O Mestre sorriu para o discípulo e disse:
- Lembre-se sempre, filho, que tudo depende da maneira de dizer as coisas. E esse é um dos grandes desafios da humanidade! A verdade sempre deve ser dita, não resta a menor dúvida, mas a forma como ela é dita é que faz toda a diferença. 


E o discípulo se retirou repleto de alegria...


Oração:  Senhor Jesus, Mestre de mim, ensinai-me a falar com ternura e com respeito, a fim de que não magoe meus irmãos e irmãs, mas os conduza à verdade que sois Vós. Assim seja.

(História adaptada por Pe. Demetrius)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha educação...