quinta-feira, 6 de março de 2014

Revesti-vos de Cristo

É preciso que o coração e a mente de vocês sejam completamente renovados. Vistam-se com a nova natureza, criada por Deus, que é parecida com a sua própria natureza e que se mostra na vida verdadeira, a qual é correta e dedicada a ele. (Ef 4,23-24)

Na Bíblia, a veste é símbolo da identidade da pessoa. As pessoas eram identificadas pela forma que se vestiam. A roupa procurava dizer quem a pessoa é. Assim nasceram os uniformes: roupas que nos identificam com determinado grupo ou função.

Um dos gestos penitenciais mais profundos da Bíblia era o de "rasgar as vestes". Esse gesto indicava a nossa discordância com a situação vigente: pecado, idolatria, injustiça, etc. E assim deveríamos assumir um novo jeito de viver, isto é, conversão.

Receber roupa nova, a exemplo do filho pródigo, era receber de volta a dignidade que se tinha perdido. Resgatou-se a dignidade de filho do Pai amoroso.

O apóstolo São Paulo nos convida a abandonar a veste do homem velho (dominado pela pecado e pela mediocridade) para nos revestir do homem novo, o Cristo ( ressuscitado, santo, pleno de vida e de paz)

É preciso abandonar o jeito medíocre de nosso tempo, onde não há esforço, nem profundidade, nem consistência. Não há sacrifício por amor. Busca-se "levar vantagem em tudo!" Essa mudança de vida é necessária para a nossa felicidade. 

Depois, é preciso assumir o jeito de ser de Jesus, o homem novo. É tendo o estilo de vida de Jesus que assumiremos os seus sentimentos e valores, seus fundamentos e princípios. E assim o mundo será transformado, cristificado.

Por onde começar? Comecemos pela leitura do Evangelho. Ler e reler, de tal forma, que vamos assimilando as ideias e a própria pessoa de Jesus. Depois, é preciso vida de oração, para que estejamos em sintonia com Deus. Enfim, fazendo o bem, isto é, agir como Jesus agiu. Assim, nós revestimos de Cristo Jesus, nosso Mestre e Senhor.


Oração: Senhor Jesus Cristo, Mestre de mim, despojai-me do velho homem, dominado pela mediocridade. Revesti-me do homem novo que sois Vós, para que não seja eu quem viva, mas sejais Vós que viveis em mim. Assim seja.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha educação...