domingo, 9 de março de 2014

Vida Espiritual

Agarrem as raposas, as raposas pequeninas
que devastam nossas vinhas, nossas vinhas já floridas!… (Ct 2,15)

No livro do Cântico dos Cânticos temos uma narrativa poética do amor entre uma mulher e um homem. No amor humano encontramos a profundidade do amor de Deus. Este amor de mulher e homem, representa neste livro o amor de Deus e seu povo. Deus nos ama infinitamente, apesar de nosso amor ser limitado.

A vida espiritual é uma relação amor, onde nos comunicamos com Deus. Quanto mais íntimos de Deus, melhor nos comunicamos com Ele e mais nos auto-conhecemos. 

Espiritualidade exige de nós exercício e cuidados. Numa relação de amor, os pequenos erros e pequenas desfeitas podem levar o caos para a relação. Aparentemente imperceptíveis, os pequenos desleixos no amor incomodam e põem tudo a perder. 

Nas vinhas de Israel, as raposinhas são quase imperceptíveis. Apesar de não serem vistas, elas causam enormes estragos, podendo levar parreiras floridas à destruição. 

Na vida espiritual, nossos pequenos relaxos e mediocridades podem destruir  totalmente nossa relação de amor com Deus. Deixar de rezar pode parecer pouco (como as raposinhas), mas é assim que vamos esfriando a nossa relação de amor. 

Precisamos nos policiar para identificar quando nossas mazelas estragam nossa vida espiritual. Há diversas atitudes que nos afastam e Deus. É preciso agarrar essas raposas pequeninas antes que devastem nossa vinha florida da vida espiritual.

Jesus nos ensina que é preciso cuidar da vida carregando a própria cruz, pois não adianta ganharmos o mundo e perdermos nossa vida. Nossa vida espiritual — vinhas já floridas — será plena na medida em que não deixarmos que a mediocridade invada nosso coração.


Oração: Senhor Jesus Cristo, Mestre de mim, fazei que eu possa valorizar minha vida espiritual afastando a mediocridade e todo desleixo que possa afetar minha relação convosco. Assim seja.


2 comentários:

  1. Acho que as raposinhas tem devastado minha vinha. Há tempo me sinto vazia espiritualmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure dar nome para as raposinhas, isto é, ter claro quais são os pontos críticos de sua vida espiritual. Procure ver como Jesus se manteve no foco. Converse com alguém que já tenha uma boa caminhada espiritual. Não desanime...

      Excluir

Tenha educação...